Capítulo 1: Fragmentos do Pecado ➲ Quarta Parte: Um legado de ira.

Página 2 de 43 Anterior  1, 2, 3 ... 22 ... 43  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Re: Capítulo 1: Fragmentos do Pecado ➲ Quarta Parte: Um legado de ira.

Mensagem  Brinn Potts em Seg Jun 22, 2015 9:24 am

Brinn está mais interessada no artefato em suas mãos do que na conversa com a Sheila e seu marido.

Distraidamente, ela ouve vozes excitadas e então o que parece ser mais uma briga costumeira entre o Sorcé e o Wolkens. Estas já  estavam quase normais, não demora muito e eles estão se agarrando e se pegando de amor. Sempre começa assim: Brigas e mais brigas, então, bem, vcs já sabem.


Quando alguém menciona o seu nome, ela diz "Sim, sim..." distraidamente sem nem ao menos saber com o que está concordando. Por fim, depois de observar bastante o danado do treco em suas mãos, ela tenta descobrir o que esse artefato pode fazer, ou talvez ativar algumas de seus poderes.

Spellcraft: 1d20+6 26
Uma opressiva e poderosa aura explode daquele objeto, aparentemente o foco dele era a ilusão, contudo, saber quais efeitos, Brinn não conseguia definir!

_________________
HP 21/21,  AC 17, touch 11, Flat 15. Fort +4, Reflex +2, Will +7. CMD 15.
Skills: Perception: 11 (+13 in dim light), Heal +8, K:Religião +6, Sentir Motivação +10, Spellcraft +7

Items|Spells, Items|Log
avatar
Brinn Potts

Mensagens : 261
Data de inscrição : 18/07/2014

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Capítulo 1: Fragmentos do Pecado ➲ Quarta Parte: Um legado de ira.

Mensagem  Kalnier Wolkens em Seg Jun 22, 2015 10:14 am

"Todos nós passamos por provações, isso não justifica descartar cordialidade. Se algumas tentativas de te matar é o suficiente para faze-lo perder a compostura, então está na carreira errada." responde friamente. Não queria dar mais corda, mas desta vez não se conteve.

Wolkens toma mais um gole de cerveja e vira para Canayven, retomando o tom amigável e o sorriso gentil. "Talvez eu tenha me expressado mal." diz calmamente. "Estou preocupado meramente na parte prática, do quanto podemos esperar para bancar suprimentos, contatos, reparos e outros gastos. Lamentavelmente, minha condição atual não permite que financie empreitadas por conta própria. Mas nunca pretendi recusar essa busca. Pelo contrário, cada detalhe revelado me motiva mais. Não posso falar pelos outros, mas mantenho o que disse antes, senhores: Estou a seu serviço. Se a Sociedade dos Pathfinders tem interesse nesta missão, apontem o caminho e eu a cumprirei no melhor de minhas habilidades."

Estava sendo sincero. Não largaria aquela missão de forma alguma. Não era todo dia que a oportunidade de refazer artefatos milagrosos antigos caia no seu colo. Sheila não fazia ideia o quanto estava certa; para os interesses futuros de Kalnier Wolkens, prestígio e renome eram toda a recompensa que queria.
"E qual é o próximo passo?" acrescenta, depois de uma pausa. "Disseram que esse fragmento apresenta a chance de encontrar os outros que completam o Sihedron. Como exatamente? Encontramos um, mas o que indica que estamos próximos de achar os demais?" repete as dúvidas que foram deixadas de lado da ultima vez que perguntou.

_________________
Ficha. Status.
avatar
Kalnier Wolkens

Mensagens : 382
Data de inscrição : 06/10/2014
Idade : 27
Localização : São Paulo - SP

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Capítulo 1: Fragmentos do Pecado ➲ Quarta Parte: Um legado de ira.

Mensagem  Dubaran Harmusgun em Seg Jun 22, 2015 12:28 pm

Quando a pedra iônica é inserida no artefato e ele emana tamanho poder mágico, Dubaran não consegue esconder seu olhar de surpresa. Pensava se tratar de um item poderoso, mas não dessa grandeza.

Ele estava bastante cansado e o estado de saúde da Skirish o preocupava, ela precisava de cuidados. No entanto, sua preocupação foi imediatamente esquecida assim que a cerveja chegou.

O anão comia e bebia com muita voracidade, seu copo mal dava tempo de secar e já o enchia novamente com mais cerveja. Era como nas canções dos mais virtuosos bardos: um grupo acabava de regressar de uma empreitada e enquanto festejavam, descobriam que o destino havia sorrido para eles novamente, mais glórias estavam por vir.

Quanto ao pedido de pagamento pelos serviços, o inquisidor não pronunciou uma só palavra, até que a Sra. Heidmarch lhe dirigisse a palavra.

Sheila escreveu:bem, bem, então vocês fecham com a Sociedade? podemos seguir nessa busca? afinal, eu esperava que fama e glória, impedir que algo tão letal caia nas mãos de alguém com intenções egoístas, ou maléficas, era aquilo que lhes movia! ... Entendo que Skirish e Sórce tenham interesses financeiros como prioridade, mas me estranha muito ouvir essas palavras de você Kalnier ... e enquanto você Dubaran? ... senhorita Valderale?

Dubaran bebe um caneco de cerveja com um só gole, o bate na mesa e se levanta prontamente:

"Senhor e Senhora Heidmarch, lhes sou muito grato pela hospitalidade depreendida neste dia. Saibam pois que me sentirei honrado em participar de uma incursão deste porte. Dubaran Harmusgun é meu nome que em minha língua significa Dubaran, filho de Harmus, que foi um exímio combatente de minha raça e muitas glórias trouxe ao meu povo, o seu sangue corre em minhas veias. Nesse momento sinto-me no dever de honrar o seu nome, para que de onde esteja possa contar as almas dos inimigos que cairão em combate. A Sociedade pode contar com a minha espada e assim como o General da Vingança quando enfrentou a monstruosa serpente maligna no Maelstrom por 16 anos, persistirei na batalha até que o último inimigo venha a cair diante dos meus pés", ele enche um novo caneco de cerveja, enquanto prossegue "Escreveremos nossos nomes na história, amigos. Os livros registrarão nossa bravura, os bardos cantarão sobre nossos feitos e os jovens se inspirarão em nós. Que os olhares de Ragathiel recaiam sobre nós e que suas asas nos protejam, pois hoje iniciamos uma jornada que mudará o destino do mundo como o conhecemos!" e finaliza levantando a caneca cheia, oferecendo-a a brinde "QUEM ESTÁ COMIGO NESSA BATALHA?

Era para tentar saber algo sobre o artefato e a história da Sheila, mas acho que não consigo acrescentar nada, né?
Kn: Arcana: 1d20+4 16

_________________
HP: 33; Init: +4; Senses: Darkvision 60 ft., Perception +8; Speed: 20ft.
AC 20, touch 12, Flat-footed 18, [+4 AC vs. giant subtype]; CMD 19, [23 vs bull rush or trip attempt while standing on the ground].
Saves: Fortitude +6, Reflexes +4, Will +6, [+5 vs. spells and spell-like abilities, +3 vs. poison]
Spells: 1st - 4; 2nd - 2 Skills: Climb +1; Craft (Weapons) +4/+6 related to metal or stone; Heal +6; Intimidate +11/+13 to demoralize; Kn: Arcana +4/+6*; Kn: Dungeoneering +4/+6*; Kn: Nature +4/+6*; Kn: Planes +4/+6*; Kn: Religion +4/+6*; Kn: Local +1/+3*; Linguistics +1; Perception +8; Sense Motive +8; Spellcraft +5; Stealth +2; Survival +6/+8 to follow or identify tracks. *to identify the abilities and weaknesses of creatures.
Ficha completa
avatar
Dubaran Harmusgun

Mensagens : 533
Data de inscrição : 01/04/2014
Idade : 33

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Capítulo 1: Fragmentos do Pecado ➲ Quarta Parte: Um legado de ira.

Mensagem  Pozo em Seg Jun 22, 2015 1:50 pm


Sir Canayven e Sheila levantam suas canecas em resposta a Dubaran, contentes por alguém trazer a união e o incentivo necessário para aquele grupo! A líder dos pathfinders em Varísia abre então grande sorriso, ela então poderia, pelo menos, ter a certeza de contar com a metade do grupo, sabia que não seria fácil...

"posso ver os seus desenhos Wolkens?", manifesta-se Sir Canayven, "assim já posso ir avaliando o quanto podemos dispor, ... caso Sórce e Skirish achem melhor, e como minha esposa comentou, podem seguir com suas vidas então... ah, é claro, no que pudermos ajudar, com recursos, alojamento e viagens, podem deixar, faremos o possível."

Então Sheila dá outro gole em sua cerveja, e, então, se levanta, passa a andar pela sala, com um ar inquisitiva. "Bem, acho que devemos deixar de lado a porta de metal estelar que acharam, pelo menos por enquanto, o que me parece uma pena, já que é uma grande descoberta, a não ser que..." ela para por um segundo "...segundo algumas lendas e análises de artefatos restaurados, me parece que um mesmo item quando em pedaços mantém sua ressonância unida, assim, bem, ... senhorita Vanderale, talvez, se você segurar, se concentrar no Sihedron, na estrela de sete pontas, talvez você tenha um vislumbre de onde poderemos encontrar a próxima parte, poderia tentar?"
avatar
Pozo
Admin

Mensagens : 1087
Data de inscrição : 23/03/2014
Idade : 37
Localização : Osasco

Ver perfil do usuário http://shatteredbr.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Capítulo 1: Fragmentos do Pecado ➲ Quarta Parte: Um legado de ira.

Mensagem  Kalnier Wolkens em Seg Jun 22, 2015 2:12 pm

Wolkens ri e levanta sua caneca, brindando com Dubaran. "Não poderia ter dito melhor. Avante à glória, adentro dos tomos, lendas e canções, onde mesmo os que caem são imortais!" ele declara, a seu modo mais contido.
O cavaleiro esvazia seu copo e volta sua atenção para Canayven. "Mapas, é claro..." Ele busca no inventário e entrega todos os pergaminhos que tinha cuidadosamente preenchido, ansioso para ver a reação de seus patronos. Enquanto isso, prestava atenção na conversa.
"Não seria ideal investigar a porta e o resto do Irespan mesmo assim? O fragmento saiu de lá, pode conter pistas quanto ao paradeiro..." ele não termina a frase quando Sheila parece ter alguma ideia. Wolkens fica quieto e olha para Brinn, intrigado.

_________________
Ficha. Status.
avatar
Kalnier Wolkens

Mensagens : 382
Data de inscrição : 06/10/2014
Idade : 27
Localização : São Paulo - SP

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Capítulo 1: Fragmentos do Pecado ➲ Quarta Parte: Um legado de ira.

Mensagem  Mano Sórce em Ter Jun 23, 2015 12:58 am

Diplomacia: 1d20+9 11
Kalnier Wolkens escreveu:"Todos nós passamos por provações, isso não justifica descartar cordialidade. Se algumas tentativas de te matar é o suficiente para faze-lo perder a compostura, então está na carreira errada." responde friamente. Não queria dar mais corda, mas desta vez não se conteve.
"Compra um espelho fera!" responde Sórce na lata, fazendo referência à belíssima (só que não) cicatriz facial de Wolkens. "Pra mim sujeito ki ataca seus próprio parcero num tem moral di fala di compustura nem nada..."

Ele se preocupa mais com o próximo passo do que com a disputa de argumentos atual, entretanto. "Po, deixá a porta lá, sei lá, acho qui num têm purque, tem? Tipo, a Natália deve di tê achado as parada lá, né não? Num pode sê uma treta tão loca assim.." Em todo caso, ele presta atenção à Brinn realizando a sua concentração para ver se descobria alguma coisa.

avatar
Mano Sórce

Mensagens : 472
Data de inscrição : 29/03/2014

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Capítulo 1: Fragmentos do Pecado ➲ Quarta Parte: Um legado de ira.

Mensagem  Brinn Potts em Ter Jun 23, 2015 10:46 am

"Estanho, " diz finalmente, "Deve ser algo relacionado a luzes, sobras, projeção de imagens, mas eu não consigo saber quais os efeitos reais desse fragmento." Então, como sugerido, a clériga fecha os olhos e tenta se concentrar no artefato, procurando sinais dos outros fragmentos.

_________________
HP 21/21,  AC 17, touch 11, Flat 15. Fort +4, Reflex +2, Will +7. CMD 15.
Skills: Perception: 11 (+13 in dim light), Heal +8, K:Religião +6, Sentir Motivação +10, Spellcraft +7

Items|Spells, Items|Log
avatar
Brinn Potts

Mensagens : 261
Data de inscrição : 18/07/2014

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Capítulo 1: Fragmentos do Pecado ➲ Quarta Parte: Um legado de ira.

Mensagem  Pozo em Ter Jun 23, 2015 4:41 pm

No momento em que Brinn fecha seus olhos e se concentra, imagens distorcidas surgem em sua mente, aos poucos elas tomam forma, o Sihedron, um fragmento, uma estátua de uma mulher com garras demoníacas, um portal, sim o portal do pilar "O Corvo", e enfim, o próprio pilar! Suas visões fecham com a cidade de Magnimar, vista do céu azulado de verão! Sim, para ela, seguidora de Ylimancha, observar de tão alto, se sentir pairando, foi uma experiência única e motivadora!

Para agilizar consideremos que Brinn foi falando o que via, enquanto as visões se formavam, assim vocês podem ir adiantando as ações dos personagens.
avatar
Pozo
Admin

Mensagens : 1087
Data de inscrição : 23/03/2014
Idade : 37
Localização : Osasco

Ver perfil do usuário http://shatteredbr.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Capítulo 1: Fragmentos do Pecado ➲ Quarta Parte: Um legado de ira.

Mensagem  Kalnier Wolkens em Ter Jun 23, 2015 6:18 pm

"Quão conveniente" comenta Wolkens, quebrando o silêncio.
"De volta ao Irespan então. Ótimo, o plano continua o mesmo. Mais um fragmento, neste ritmo teremos o Sihedron inteiro antes que consigamos descobrir o que fazer com ele!" brinca o cavaleiro, enchendo sua caneca distraidamente. "Nossa comitiva requer algum descanso, e tempo para vender os objetos confiscados, mas creio que todos tem interesse de retornar ao Corvo assim que possível. Isso é, todos que pretendem continuar. Dubaran foi claro quanto a sua posição. Quem mais está conosco?" Wolkens olha para os outros, um fitar breve, e volta a mexer com sua caneca. Não estava tão desconfortável quanto antes, mas também não se sentia à vontade. "Pensem no que é seu melhor interesse. Hà tempo para ponderar, não vamos partir de imediato."

Kalnier Wolkens gasta as próximas horas fechando os detalhes e atando pontas soltas com os Heidmarch. Ele relata em detalhes sobre a visita ao Irespan, de como se infiltraram, enfrentaram as Tower Girls, mataram a líder e voltaram com vida; sobre os licantropos, a porta de starmetal, a arquitetura, estátuas demoniacas, e tudo mais (sendo mais vago somente quanto ao incidente entre ele e Sórce). Restavam algumas dúvidas: "Os outros fragmentos também tem o poder de afetar a mente, eu suponho. Cada encantamento é diferente? Se for o caso, teriam outras destas pedras para que possamos levar? Deste modo evitamos que qualquer um seja controlado novamente."
Certa hora Wolkens também traz a tona Jhordan."A que proposta ele estava se referindo?"

O cavaleiro aceita a hospitalidade dos Pathfinders novamente. Aproveita para relaxar, terminar sua refeição e apreciar boa bebida. Conforme as horas passam, depois que os assuntos importantes com os Heidmarch terminam, Wolkens se retira para tomar um longo banho, tentar aliviar os ferimentos que ainda doiam e se fazer apresentável. Ele volta à companhia dos outros depois. Naquela tarde não teria tempo de fazer muitos preparativos, mas pretendia conversar com seus colegas, especificamente Sórce. Ele espera uma oportunidade para falar a sós, ou pelo menos com alguma privacidade, se aproximando quando percebe que o feiticeiro está mais a vontade.
Depois de falar com Sórce, pretende também conversar a sós com Brinn.

- -
Deixei essas ações em aberto pq tem roleplay.
Imagino que seja meio da tarde quando toda a conversa acaba? Voto para vendermos tralhas no dia seguinte, com direito a muitos appraise e diplomacy -__-

_________________
Ficha. Status.
avatar
Kalnier Wolkens

Mensagens : 382
Data de inscrição : 06/10/2014
Idade : 27
Localização : São Paulo - SP

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Capítulo 1: Fragmentos do Pecado ➲ Quarta Parte: Um legado de ira.

Mensagem  Mano Sórce em Ter Jun 23, 2015 11:47 pm

"Eu falei véi, num rola largá as parada lá abandonada." Ele ignora a pergunta de Wolkens. Ele estava definitivamente indo e o cavaleiro estava se achando demais em considerar que a incursão era dele. "A gente só num abriu aquela porta purque num quizemo, mano, acho que tá fácil a parada. Sem as vadias atrapalhano vai sê mais sussa." Sórce espera pela resposta da pergunta que não foi respondida. Ele tinha perguntado quais seriam as outras questões da empreitada, e parece que esse povo estava deliberadamente fugindo do assunto. Depois que isto for respondido e tudo o mais esclarecido, ele parte para os outros assuntos.

"Temo ki vendê as parada que achamo lá dentro e tals, aí seis pode dá uma olhada seu Heindmark, pra vê ki ki se interessa. Se soubé inclusive quem ki vai pagá mais pelas parada nóis podemo vê ki ki fica bom pra nóis, né? Seis têm experiência kessas treta num tem?" Sórce requer a ajuda de Sheila e seu marido, o qual ele não lembra o primeiro nome, para avaliar todo o material que trouxeram to Corvo. Ele não quer que eles comprem, mas apenas auxiliem o grupo indicando um comprador para as coisas, ou indicando um preço bacana para cada uma delas. Se eles quiserem ficar com uma parte para leiloar ou vender, conseguindo um preço melhor mais tarde, tudo bem.

Sórce definitivamente não está afim de conversa com Wolkens. Ele não está nem um pouco amigável quando Wolkens aparece no seu campo de visão, e sempre parece estar praticando algum truque mágico ou mexendo com algo perigoso quando o cavaleiro aparece. Pelo seu olhar é facilmente perceptível que não é prudente se aproximar dele no momento.

No próximo dia ele vai feliz e contento para o mercado da cidade, preferencialmente junto com o anão ou Potts, para vender os bens do grupo, ou ajudar com a venda. Ele também planeja comprar suplementos, mas estes dependem de quanto dinheiro vão conseguir com a venda. Ele demonstra que eles só deveriam voltar ao pilar quando a meio-orc estiver 100%, já que a situação lá é sempre tensa.

Voto por esperar até a Skirish se curar completamente. Essa doença já encheu o saco, e não estamos com pressa.
avatar
Mano Sórce

Mensagens : 472
Data de inscrição : 29/03/2014

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Capítulo 1: Fragmentos do Pecado ➲ Quarta Parte: Um legado de ira.

Mensagem  Pozo em Qua Jun 24, 2015 3:51 pm

"Muito bem, então novamente O Corvo, pelo jeito achar o próximo fragmento não levará vocês tão longe" observou Sheila após a fala de Brinn... "bem, a pedra iônica, ela tem que ser específica, adequada ao tipo de fragmento, não tenho como supor isso agora, ou sequer tenho alguma aqui, preciso continuar minhas pesquisas sobre o Sihedron, só assim posso lhes ajudar com isso ... são muitas e variadas as pedras, e não faço a mínima ideia de qual servirá, entende Kalnier?"

Sir Canayven então se volta para Sórce, enquanto recolhia e observava os desenhos de Wolkens..."com certeza jovem, vou avaliar todas as obras arqueológicas que tiverem, e sim, aquilo que a Sociedade não ficar podemos ajudar, conhecemos alguns colecionadores que podem se interessar." Então, após alguns goles de cerveja ele continua, "sim, Jhordan, como ele mesmo disse, um conhecido e já aposentado Pathfinder zoocriptologista que está interessado por antigas criaturas conhecidas como <<desovadores de pecados>>, monstros criados a milênios atrás pelos Lordes Rúnicos, e que, segundo lendas, ainda podem ser encontrados em antigas e esquecidas catacumbas em Varísia. Bem, não só em lendas como na prática de alguns pathfinder... assim, voltando... então, quando surgiu a conversa de que a Sociedade tinha um grupo em campo, explorando um dos antigos pilares do Irespan, enfim... ele propôs um pagamento considerável pelas criaturas, ou melhor, as cabeças que conseguirem coletar, isso, é claro, caso encontrem algum dessas abominações, 100 peças de ouro para cada uma, para ser mais preciso. Sabem... talvez isso, espero, sirva como um meio de demonstrar como essa busca pode trazer algo a mais além de fama e prestígio. Não é mesmo..."

A conversa persiste pela tarde, algumas informações são trocadas, dúvidas são tiradas... em um momento Sir Canayven, ao observar um dos desenhos do jovem cavaleiro procura solucionar uma dúvida..."Kalnier, essa estátuas e o afresco, parecem se referir ao mesmo personagem não... lembra muito as descrições observadas pela senhorita Valderale, será que conseguiria mais detalhes, o desenho, e sobretudo, as informações, são muito vagas, talvez, na nossa biblioteca, ou, bem... acho que poderia procurar melhorar essas observações, enriquecer esse desenho com detalhes, isso seria muito útil aos arquivos da sociedade, o que acha?"

Caso Wolkens queria utilizar a biblioteca para uma pesquisa pode retestar o Know History sobre a estátua e afresco, 4 horas de pesquisa, +1 para cada 4 horas adicionais, no máximo +3.

Know Local DC 15/20 :
=15= Magnimar conta com uma grandiosa biblioteca no Distrito Capital conhecida como "Arquivo dos Fundadores e Museu das Eras", lá, qualquer pequisa realizada tem um bônus de +2 para cada 4 horas, no máximo +6. ... ainda ... =20= além disso, algumas pessoas comentam que existem coleção rara guardada, a "Coleção Proibida", sob tutela de Madame Irba Demerios, responsável pela tutoria de todo o Aquivo dos Fundadores. Uma agente pathfinder, Doutora Archisa Aparna, eventualmente utiliza a biblioteca, contudo, por algum motivo, ela não mantém relações próximas com a Loja Heidmarch. Nessa coleção o limite de pesquisa é o dobro do normal, ou seja, +12.

Organizando as coisas:

Cuidando de Skirish =
Brinn já tinha descoberto que a doença se agravar em cerca de um ou dois dias. O tratamento com infusões simples, com ervas que podem ser encontradas facilmente, pode ajudar na recuperação (+4 competence bonus on his saving throw against the disease) =
Provide Long-Term Care:
HEAL  DC 15 = Providing long-term care means treating a wounded person for a day or more. If your Heal check is successful, the patient recovers hit points or ability score points (lost to ability damage) at twice the normal rate: 2 hit points per level for a full 8 hours of rest in a day, or 4 hit points per level for each full day of complete rest; 2 ability score points for a full 8 hours of rest in a day, or 4 ability score points for each full day of complete rest.
You can tend as many as six patients at a time. You need a few items and supplies (bandages, salves, and so on) that are easy to come by in settled lands. Giving long-term care counts as light activity for the healer. You cannot give long-term care to yourself.
Action/Time: 8 hours.
Retry? Varies. Generally speaking, you can’t try a Heal check again without witnessing proof of the original check’s failure.
...
Contudo, em uma cidade grande como Magnimar talvez o grupo encontre ervas raras vindas de Katapesh que ajudem no tratamento, aumentando a resistência aos efeitos (+ 2 on his saving throw against the disease). Se Skirish ficarem de cama nos dias que se seguem, sendo tratados com infusões periódicas, isso também pode ajudar (+1 on his saving throw against the disease).


Avaliações em lotes e individuais =
realizem as avaliações dos itens no LOOT em lotes, como os Itens Mundanos das Tower Girls / Tesouro das Tower Girls / Itens Arqueológicos / etc... com a ajuda de Sir Canayven e Sheila nessa ação, adicionem +1 ado teste, além disso, usando a biblioteca da Loja, adicionem +2 por 4 horas de pesquisa.


Compras e etc =
Decidam quem vai comprar e vender itens, quando, e se vão usar as regras rápidas de venda, descritas também aqui, ou se vão retornar a algum vendedor ou lugar que exija role play. Lembrando que alguns itens arqueológicos, únicos, serão comprados pela Loja.

Novas QUESTS adicionadas!
avatar
Pozo
Admin

Mensagens : 1087
Data de inscrição : 23/03/2014
Idade : 37
Localização : Osasco

Ver perfil do usuário http://shatteredbr.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Capítulo 1: Fragmentos do Pecado ➲ Quarta Parte: Um legado de ira.

Mensagem  Kalnier Wolkens em Qua Jun 24, 2015 4:11 pm

Wolkens fica satisfeito com as respostas. Até Skirish se recuperar, Sheila teria tempo de  fazer pesquisas.

Sobre a proposta, Wolkens sente-se animado. "Destruir criaturas é parte inevitável. Ótimo quando isso serve a um propósito além de limpar caminho e livrar nossas peles. Com certeza, se encontrarmos algo assim, Jhordan será informado."

Quando Sir Canayven chama atenção ao desenho, o cavaleiro concorda. "Aproveitarei a tarde amanhã para estudar sobre isso. Sou muito grato por ofereceram sua biblioteca! É uma honra."

- -

Fim do dia.
Talvez estivesse muito confiante de si mesmo, ou com peso na consciência, talvez encorajado pela cerveja ou apenas distraído, mas Wolkens reafirma sua incapacidade de perceber a hora certa para ficar com a boca fechada, e se aproxima de Sórce para conversar.

"Uma palavra rápida? É de seu interesse" diz, mantendo distância de dois passos. Naquela hora já estava sem armadura, portando nada além de um cálice cheio e uma sacola de moedas, que ele oferece ao feiticeiro. "Sua parte do ouro coletado no Irespan."

Ao invés de ir embora, Wolkens fica encarando Sórce, mais formal e sério que de costume. "Eu peço desculpas por te-lo agredido." Não havia modo fácil de dizer, então preferiu ir direto ao assunto. "Espero que possa entender que, no momento, eu me preocupava com a segurança de todos, e da missão. Aquele objeto era perigoso, tinha de fato magia capaz de influenciar mentes, como Sheila comprovou, e eu não sabia o que poderia acontecer se ficasse nas mãos de um conjurador. Mesmo assim, não justifica minha ação impulsiva. Haviam outros modos de lidar com o problema."
Ele pausa, analizando a atitude do feiticeiro. "Espero que possamos superar isso. Vamos trabalhar juntos novamente, afinal. Não precisamos ser grandes amigos, mas essa hostilidade é prejudicial para todos."

Sense Motive: 1d20+4 9 blé...


Última edição por Kalnier Wolkens em Dom Jun 28, 2015 2:48 pm, editado 2 vez(es)

_________________
Ficha. Status.
avatar
Kalnier Wolkens

Mensagens : 382
Data de inscrição : 06/10/2014
Idade : 27
Localização : São Paulo - SP

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Capítulo 1: Fragmentos do Pecado ➲ Quarta Parte: Um legado de ira.

Mensagem  Mano Sórce em Qui Jun 25, 2015 1:09 am

Sórce olha com desprezo para Sheila, que definitivamente estava escondendo jogo deles, pois enquanto estavam ali informando tudo o que sabiam o casal mantinha seus segredos. Em todo caso ele não faz questionamentos, já que aparentemente o que era mais importante não seria dito.

Ele fica empolgado com o valor oferecido pelo contratante, mas ainda assim não é demais querer melhorar a questão. "E si nóis trazê um desse bixo andano? Quanto rola?"
___________________________
Posteriormente ele vai dar uma analisada nos produtos, certo de que poderiam faturar uma boa grana com tudo aquilo.
Appraise (Ânfora): 1d20+6 26
Appraise (Antiga Estatueta): 1d20+6 12
Appraise (Itens mundanos): 1d20+6 9
Appraise (Tesouro das TG): 1d20+6 16
Sórce não sabe o que comprar ainda porque não sabe quanto tudo isso vai dar de dinheiro. Pensando bem mesmo se ele ganhar centenas de peças de ouro ainda não será o suficiente para comprar nada que presta. Ele só investe em uma mochila de primeira, porque maluco sem uma mochila style não é maluco, e também sugere para a party comprar alguma coisa mágica para que consigam se curar caso alguma coisa aconteça (varinha de cura)

___________________________
Quando Wolkens vem conversar com ele o feiticeiro fecha a cara. Felizmente não havia ninguem por perto. Ele pega o saco de moedas, esperando o sujeito ir embora para começar a conta-las, o que não acontece. "Comprovô coisa ninhuma mano, ela só falo ki tinha e ponto. Sê nu lugar di confiá em mim saiu dano a loca pa tudo quanto foi lado. Ainda por cima agora nóis nem têm as parada pa analisá nada, fraga, parabéns heim! A muié ainda menti na cara dura pra fica com o troço, e agente sem nada né... Ela tá escondeno o jogo fi, para de se cachorrinho deles e fica esperto, que já é meio caminho andado..." Ele puxa sua palpebra pra baixo e continua. "Abre o olho vacilão, ela tinha a pedrinha certinha pro artefato né? Tava nu bolso, tipo 'nossa ki sorte né', mas as otra ela num tem? Ah vá... "
avatar
Mano Sórce

Mensagens : 472
Data de inscrição : 29/03/2014

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Capítulo 1: Fragmentos do Pecado ➲ Quarta Parte: Um legado de ira.

Mensagem  Skirish (Blackout) em Qui Jun 25, 2015 8:44 am

Finalmente, começaram a falar de valores, e Skirish conseguiu respirar tranquilamente e voltar a pensar em se recuperar da febre que tinha lhe pego e não lhe soltara. Os valores eram satisfatórios, embora ela soubesse que poderiam ter ganhado um pouco mais, por segurar algumas informações e soltá-las em uma hora mais apropriada. O papo com os Heidmarch levou a uma pequena visão de Potts. A humana de sorriso psicótico começou a falar a respeito do Corvo e tudo o mais... O que indicava que as outras pedras pontudas estariam lá... Ou ao menos a próxima, a que se encontrava mais perto deles.

Ou seja, o grupo voltaria pra lá, e mediante o desafio... Até ofereceram centenas de peças de ouro, por cabeça de abominações diferentes, que provavelmente seriam encontradas por lá. Essa, era uma missão que ela certamente receberia de um chefe guerreiro orc. Não esperava recebê-la de um humano... Muito menos um que se dizia letrado. Provavelmente não tinha bolas pra acompanhar o grupo e estudar as criaturas lá mesmo. Resolveu ficar calada.

No fim de tudo, Wolkens e Sórce votaram por voltar ao Irespan apenas quando ela ficasse melhor da sua doença. Na verdade, uma grande gentileza. Se eles tinham alguma chance de tê-la novamente num grupo de incursão, seria quando ela melhorasse daquilo. Mas pra isso, precisaria de descanso, muito descanso e tratamento especializado. Depois de comer, e se despedir, partiu pra descansar, avisando em que local iria ficar... Até porquê, Potss a tratara da última vez, e seus préstimos — gratuitos — eram infinitamente melhores. Quando estivesse se sentindo melhor, procuraria algum lugar pra dar um jeito em sua armadura, e nas suas coisas.


Ah lá. Fiz o teste de fortitude já. Se não encontrei as ervas raras.. é só subtrair os 2. hahaha. TOMA DOENÇA FDP! Pozo, cê colocou a XP ainda não né? O.o

Fortitude Save: 1d20+8 19

_________________
HP 18/18,  AC 17, touch 14, Flat 13. Fort +2, Reflex +7, Will +2. CMD 18.
Skills: Acrobatics +11, Bluff +3, Climb +9, Diplomacy +2, Disable Devices +9 (+10 to traps), Escape Artist +9, K:Dungeoneering +5, K: Local +5, Perception +5 (+6 to traps), Sleight of Hands +9, Stealth +11
avatar
Skirish (Blackout)

Mensagens : 373
Data de inscrição : 01/04/2014
Idade : 35
Localização : Salvador — BA

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Capítulo 1: Fragmentos do Pecado ➲ Quarta Parte: Um legado de ira.

Mensagem  Kalnier Wolkens em Qui Jun 25, 2015 1:54 pm

"Todos temos segredos. Ainda mais tratando com assuntos delicados e objetos poderosos, não se pode esperar que os Heidmarch sejam abertos feito um livro. Certas informações ficam de fora, é como a coisa funciona." Wolkens dá de ombros. Sempre partia do pressuposto que todos tinham alguma agenda secreta, especialmente nobres e individuos poderosos. "Só conseguimos aquele artefato graças aos Heidmarch, que nos contrataram. Estava destinado a ficar com eles desde o principio. Não acho que há qualquer benefício em nos prejudicar. Se pensa assim, posso conversar com Sheila calmamente, ver se consigo alguma informação nova."

Ele termina sua bebida. "E, bom, tem outro fragmento esperando por nós. Agora que sabemos que a maldição pode ser quebrada, quem sabe não o estudamos um pouco antes de voltar a Magnimar. O que acha? Podemos trabalhar juntos?" Ele estende uma mão para Sórce e até arrisca um sorriso.

- - -
Dia seguinte.
Wolkens faz o possível para ajudar na venda dos objetos pela manhã, procurando os melhores mercantes e barganhando por um bom preço. Antes de sair ele se oferece para fazer as compras de Skirish, já que ela ficará repousando. No mercardo, ele aproveita e compra algumas coisas que precisava.
Depois do almoço ele vai até a biblioteca, onde pretende pesquisar sobre as imagens do Irespan."Gostaria de vir comigo, Brinn?" pergunta à clériga. "Podemos procurar aquilo relevante as suas visões."

Appraise: 1d20+2 22 tesouro Tower Girls
Diplomacy: 1d20+6 24 venda Tesouro Tower Girls
K. History: 1d20+11 20+4 Honour in All Things: 24 tomarnocuorokosfdp
Diplomacy: 1d20+6 18 para compra de varinha de cura


Appraise pro resto:
Appraise: 1d20+2 10 Itens mundanos
Appraise: 1d20+2 20 itens arqueológicos


- - -
Noite, depois de compras e estudos.
Wolkens volta a residência dos Heidmarch. Ele procura por Sheila para conversarem amigavelmente, como tinham feito antes. Se Canayven estiver presente, Wolkens fica feliz em socializar com ele também. Ele compartilha suas pesquisas, age jovialmente, deixa seus anfitriões á vontade. A seu modo sutil e calmo, quase displicente, ele procura direcionar a conversa para os artefatos e o Sihedron tentando conseguir mais informações, pescando por algo que os Heidmarch ocultavam ou que não haviam dito antes.

Diplomacy: 1d20+6 20

_________________
Ficha. Status.
avatar
Kalnier Wolkens

Mensagens : 382
Data de inscrição : 06/10/2014
Idade : 27
Localização : São Paulo - SP

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Capítulo 1: Fragmentos do Pecado ➲ Quarta Parte: Um legado de ira.

Mensagem  Mano Sórce em Sex Jun 26, 2015 12:39 am

Kalnier Wolkens escreveu:"O que acha? Podemos trabalhar juntos?" Ele estende uma mão para Sórce e até arrisca um sorriso.
Sórce aperta a mão de Wolkens, mas ainda não parece satisfeito com a situação. Pelo menos não está com cara de que irá matá-lo subitamente (quem sabe lenta e dolorosamente). "Se sê não pisa na bola dinovo é um começo... Falar com aquela muié num vai dá em nada, fraga? Ela num ké falá o que sabe..."

_____________________
No outro dia Sórce dá uma olhada em tudo, como descrito, e também nos outros itens que eles esqueceram, já que avaliar não levaria muito tempo e poderia ser feito numa tacada só.
Avaliações:
Appraise (Shirt, Crossbow, Whip, HS, Armor, Shortbow): 6#1d20+6 24 21 7 15 25 14
Appraise 24: Terisha´s "golden" chain shirt = ?
Appraise 21: Terisha´s well crafted hand crossbow = ?
Appraise 7: Terishas´s whip = ?
Appraise 15: Terishas´s silver holy symbol of Norgorber = ?
Appraise 25: Ayala´s Leather Armor = ?
Appraise 14: Ayala´s Shortbow (19 arrows) = ?
Appraise (boots, harness, SilvDagger,ThasDagger, anel): 5#1d20+6 25 20 20 21 26
Appraise 25: Boots, Cat Burglar's = ? ✺ Skirish ✺
Appraise 20: Second-story harness x 14 = +20 gp ? = ✺ Skirish/Dubaran/Wolkens e Potts ✺
Appraise 20: Silver Dagger Mwk = 222 gp? ✺ com Skirish ✺
Appraise 21: Thassilonian Dagger Mwk = 202 gp? ✺ com Skirish ✺
Appraise 26: Anel de queda suave = +1500 gp? ✺ com Sórce ✺
Appraise (scarf): 1d20+6 24
Appraise 24: Ayala´s Bladed Scarf = ?
De posse de tais informações, Sórce vai usar todo o seu tempo disponível para conseguir o melhor preço possível nos materiais. De todos os mencionados acima ele não tenta vender as adagas e botas que Skirish está usando, e seu anel. O resto se ninguem se manifestar vai tudo, na seguinte ordem, de acordo com o tempo:
Ordem de Venda:
- Tesouro das TGs
- Moedas (buscando preço melhor)
- Terisha´s "golden" chain shirt = ?
- Ayala´s Bladed Scarf = ?
- Terisha´s well crafted hand crossbow = ?
- Ayala´s Leather Armor = ?
- Terishas´s whip = ?
- Terishas´s silver holy symbol of Norgorber = ?
- Ayala´s Shortbow (19 arrows) = ?
- Second-story harness x 10 = +20 gp ?
- 7x Climber´s kit = 80x7 = 560 gp ✺ Wolkens e Dubaran ✺ (Deixando 5, 1 pra cada)
- 7x Smokestick = 20x7 = 140 gp ✺ Wolkens x1 ✺ (Deixando 5, 1 pra cada)
- 45x Tanglefoot bag 45x12 = 540 gp = ✺ Wolkens x1 ✺
Para fazer isso ele vai sair por aí, junto com os outros porque não conseguiria carregar metade disso, vendendo o que conseguir nas mesmas paradas e locais (ou perto, whatever) onde os outros estão vendendo o equipamento mundano. Ele usa todo seu tempo disponível nisso, seu conhecimento da cidade e também seu contato com alguns malandros e Sczarni por aí.
Diplomacia: 10#1d20+9 14 29 19 18 26 24 20 12 15 22
Tempo Gasto: 10#1d4 3 3 2 3 3 2 2 2 3 2

avatar
Mano Sórce

Mensagens : 472
Data de inscrição : 29/03/2014

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Capítulo 1: Fragmentos do Pecado ➲ Quarta Parte: Um legado de ira.

Mensagem  Pozo em Sab Jun 27, 2015 6:50 pm


A conversa prossegue até tarde, com mais e mais cerveja para a alegria de Dubaran, até que, surpreendentemente, ele acaba com o estoque dos Heidmarch. A indagação de Sórce sobre trazer a criatura andando é respondida com um sorriso amarelo de Canayven, aparentemente ele encarou aquilo como uma brincadeira, ou apenas uma opinião a ser desconsiderada.
Cansados o grupo se recolhe, esperando uma melhora, sobretudo Skirish, que contava com a ajuda de Brinn ao seu lado para que ela estivesse na melhor de suas condições no dia seguinte.
O fragmento ficou com Sheila, bem guardado nos cofres na Sociedade, contudo, ela deixou claro que qualquer um que quiser analisar novas informações, dados, e mesmo o artefato, está mais do que convidado.


≖≖≖≖≖≖≖≖≖≖≖≖≖≖≖≖≖


Skirish com dano: 2 em Dex e 2 em Con = curou 1 dos dois atributos = 1 em Dex e 1 em Con.
Brinn ajudando Skirish com a doença = Heal DC 12: 1d20+8 23


O dia amanhece com Sórce e Wolkens organizado a tralha, preparando-se para vender e procurar informações sobre os itens. Wolkens de antemão analisa o tesouro das tower girls (inúmeros papeis, diários, moedas antigas thassilonianas, gemas, pedaços de porcelana, entre outros objetos que claramente eram vendidos -roubados- nos mercados de Magnimar), uma pequena fortuna, tudo aquilo poderia ser vendido por cerca de 700 peças de ouro! Claro, depois de um bom tempo separando tudo, e encontrando vendedores interessados, Wolkens poderia achar, Sórce conhecia alguns locais, mas com certeza, isso levaria um dia inteiro!

Após uma pausa e troca de farpas rotineira, eles continuam, observando que podem vender a ânfora e as moedas thasilonianas como itens arqueológicos, com o preço base em 35 gp pela ânfora e 486 gp pelas 98 moedas antigas. Alias, durante aquela manhã, quando o cavaleiro procurou por vendedores ele conseguiu a informação necessária para o comprador das moedas, no Distrito Capital. A estatueta, embora o feiticeiro já de saco cheio da companhia de Kalnier não conseguisse determinar seu valor, poderia valer algo próximo a 200 gp. Quanto aos itens em geral, armas e armaduras das tower girls, como estavam em péssimo estado e em condição deploravel, devido a conservação inapropriada, valeriam no máximo 675 gp. Sórce saiu com sua lista, procurando os melhores vendedores conhecidos, seus contatos.



Soma Total:

700 gp tesouro das TG +
87 gp / 175 sp Baú de Ayala +
35 gp pela ânfora (comprado pelo valor integral pela Sociedade) +
486 gp pelas moedas (comprados pelo valor integral por colecionador de moedas) +
200 gp pela estatueta (comprado pelo valor integral pela Sociedade)  +
900 gp pelos itens mundanos (comprado 75% do valor em vários locais) <675 gp> +
20 gp pelas caixas de whisly (comprado pelo valor integral) +
35 gp pelas especiarias varisianas (comprado pelo valor integral) +
85 gp pelo prato de bronze (comprado pelo valor integral pela Sociedade)  +
200 gp pelos potes de porcelana (comprado pelo valor integral pela Sociedade) +
450 gp Terisha´s well crafted hand crossbow (comprado 75% do valor) <338 gp> +
50 gp Terishas´s whip (comprado 75% do valor) <36 gp> +
5 gp Terishas´s silver holy symbol of Norgorber (comprado pelo valor integral) +
175 gp Ayala´s Leather Armor mwk (comprado 75% do valor) <132 gp> +
330 gp Ayala´s Shortbow (comprado 75% do valor) <248 gp> +
2312 gp Ayala´s +1 Bladed Scarf (comprado 75% do valor) <1174 gp> +
=4456 gp - 750 da varinha = 3706 / 5 = 741  gp e 37 sp para cada.
...
55 gp Second-story harness x 10 (comprado 75% do valor) <42 gp> +
560 gp Climber´s kit x7 (comprado 75% do valor) <420 gp> +
140 gp Smokestick x7 (comprado 75% do valor) <105 gp> +
540 gp Tanglefoot bag x45 (comprado 75% do valor) <405 gp> +
+ 972 gp /5 = 194 gp

Total Final: Wand of Cure Light Wounds (para o grupo) & + 935 gp + 41 sp (para cada pc)

Avaliações de Sórce:
Appraise ( nfora): 1d20+6 26
Appraise (Antiga Estatueta): 1d20+6 12
Appraise (Itens mundanos): 1d20+6 9
Appraise (Tesouro das TG): 1d20+6 16
Terisha´s "golden" chain shirt mwk = 250 gp
Terisha´s well crafted hand crossbow = 450 gp
Terishas´s whip = 50 gp
Terishas´s silver holy symbol of Norgorber = 5 gp
Ayala´s Leather Armor mwk = 175 gp
Ayala´s Shortbow = 330 gp
Ayala´s +1 Bladed Scarf = 2312 gp

Avaliações de Wolkens:
Appraise: 1d20+2 10 Tower Girl's Treasure
Appraise: 1d20+2 22 Tesouro Tower Girls !No retry!
Diplomacy: 1d20+6 24 Venda Tesouro Tower Girls
Appraise: 1d20+2 7 Ayala's gear
Diplomacy: 1d20+6 18 Compra de varinha de cura
Appraise: 1d20+2 10 Itens mundanos
Appraise: 1d20+2 20 Itens arqueológicos
Avaliação (Gigante de Bronze): 1d20+4 21
Avaliação ( nfora): 1d20+4 21

No mesmo dia Wolkens parte para iniciar suas pesquisa sobre as imagens e formas que ele desenhou, a biblioteca da Sociedade era vasta, então, depois de um bom almoço ele segue anallisando por horas, contudo, a papelada, a confusão com Sórce, e a preocupação com a organização da empreitada para o dia seguinte, isso se Skirish melhorasse, era muita coisa com o que se preocupar. Seu desenho, aquela imagem, aquela criatura, não remetiam a nada, pelo menos nada que ele conseguia identificar naqueles livros.

Durante a conversa com Sheila a noite Wolkens descobre que ela já suspeitava que pudesse ser uma dos fragmentos do Sihedron, supos que talvez pudesse ser isso que tivesse feito com que Natalya mudasse completamente sua personalidade. Assim, ela possuía algumas pedras iônicas com ela, em particular aquela que serviria para o encaixe do Estilhaço da Soberba, não foi coincidência, e sim uma pesquisa detalhada somada a uma análise da situação e comportamento de sua informante.
Na mesma conversa ela estranhou ninguém comentar sobre o combate com os licantropos e o perigo de terem pego a doença, afinal, explicou ela, era bom se certificar, comprar algumas ervas e administrar naqueles que tiveram contato direto com as criaturas.

Quando questionado sobre os desenhos Sir Canayven declarou que a sociedade tinha despendido muito recurso pagando pelos itens arqueológicos trazidos pela comitiva, e que, pagaria sim, mas dentre um ou dois dias. Antes, contudo, precisava visitar um conhecido para analisar melhor as imagens, para compreender melhor quem era a mulher que se destacava no vitral e no altar.

≖≖≖≖≖≖≖≖≖≖≖≖≖≖≖≖≖

No dia seguinte Sórce procurou terminar de avaliar detalhadamente cada um dos itens e equipamentos conquistados, usando seus contatos, e muito tempo do seu tempo, aproveitando para se manter longe do Solar, e de Wolkens. Isso rendeu um lucro considerável, graças a malandragem do feiticeiro, afina, era Oathday, dia de selar pactos, fechar negócios, nada melhor para refazer e retomar antigos e vantajosos negócios...

O cavaleiro procurou pesquisar no dia seguinte sobre os <<desovadores de pecados>>...


Skirish, se alguém comprou as ervas vou descontar 10 gp do montante dela. Vou testar Heal novamente por Potts no dia seguinte, Skirish pode testar novamente a Fort. -dia seguinte/9- para a doença.
Skirish, não coloquei o << Terisha´s "golden" chain shirt mwk = 250 gp >> pois não sei se vai querer usar.
Sórce já ocupou seus dois dias.
Wolkens ainda resta o dia seguinte, a tarde, pode apagar seu post anterior que fazia planos e refazer um atualizado. Esperando o teste de Int. para a pesquisa sobre as criaturas.
Dubaran, dois dias…
Brinn, gasta somente algum tempo a noite e de manhã para cuidar de Skirish, e, após o jantar curou todos os pc´s.
ATUALIZAREI  esse post assim que Wolkens tiver terminado e Duba estiver postado algo, ai seguimos já para a exploração...
avatar
Pozo
Admin

Mensagens : 1087
Data de inscrição : 23/03/2014
Idade : 37
Localização : Osasco

Ver perfil do usuário http://shatteredbr.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Capítulo 1: Fragmentos do Pecado ➲ Quarta Parte: Um legado de ira.

Mensagem  Kalnier Wolkens em Dom Jun 28, 2015 3:13 pm

Durante a conversa com Sheila, quando ela toca no assunto dos licantropos, Wolkens comenta descontraído: "Nós mencionamos a respeito disso, de passagem, hoje mais cedo, mas não me parece um tópico tão importante, não achei que seria de seu interesse". Depois que ela explica sobre como a licantropia pode ser transmitida, a atitude do cavaleiro torna-se visivelmente aflita. "Eu... hm, sim, não se preocupe, tenho certeza que nada está errado."
Logo após aquela conversa, Wolkens corre até Brinn, tentando manter o aspecto calmo (e falhando). Não se sentia diferente, com certeza a essa altura já teria percebido qualquer coisa estranha, mas era bom garantir. Não estava com medo, que tolice. É claro que não viraria um homem-rato. Mas, sim, caso Brinn pudesse averiguar, só por formalidade...

¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯

Brinn olha para Kalnier, angustiada, mas não podia fazer nada sobre aquilo, ela não tinha ideia de como tratar, ou sequer de entender os sintomas daquela doença. Talvez, por via das dúvidas, fosse melhor ver as ervas indicadas por Sheila, comprar e preparar alguma infusão.

¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯
- - -
Wolkens passa os dias em Magninmas de bom humor. Estava satisfeito com o resultado da missão, com as compras, por descansar e conseguir resolver seu problema com Sórce (no melhor possível para o momento, pelo menos). Por mais agradável que fosse a hospitalidade dos Heidmarch, no entanto, o cavaleiro logo sentia-se inquieto; desejava partir para explorar o Irespan e voltar vitorioso.

Mesmo em seu momento de repouso, Wolkens não largava dos assuntos práticos. Ele certifica-se que todos os objetos confiscados são vendidos ou colocados em bom uso, que matimentos foram comprados e que seus companheiros estavam a postos. Mantém sua rotina de treinos ao amanhecer,vai aos estábulos para averiguar se seu cavalo está sendo bem cuidado, e verifica com Brinn sobre a saude de Skirish de vez em quando.
No dia 9, Wolkens vai até a biblioteca novamente para tentar conseguir informações sobre os monstros. De tarde, ele outra vez estuda as images do Irespan que tinha desenhado. Ele volta a mansão ao anoitecer e aproveita o tempo para descansar o melhor que pode. Esperava conseguir algum tempo a sós com Brinn, talvez aquela seria sua ultima oportunidade.

- - -
Intelligence: 1d20+2 15 para estudar monstros.

¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯

Sinspawn are corrupted products of magic used by spellcasters in a past era as shock troops for their armies. Literally the embodiment of a sin made flesh, they are sentient abominations of distilled ectoplasm imprinted with the soul-image of slain creatures that possessed an abundance of a particular sin. There are seven types of sinspawn: Envyspaws, Gluttonspawn, Greedspawn, Lustspawn, Pridespawn, Slothspawn e Wrathspawn.
Além disso, Wolkens observa algumas imagens, o que com certeza ajudará a identificar e caçar essas criaturas!


¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯

K. History: 1d20+10 26 +4 Honour in all Things, 30
No retry na mesma biblioteca, sorry. ^ ^

--> Então tentar em outra u_u

Do post aterior, pra organizar:
Items para manter: meu climber's kit, 2 tanglefoot bags, coisas magicas (todas poções e etc), coisas mwk que alguem vá usar (armadura mwk = Skirish?). O resto vende tudo. Wolkens vai pegar alguma coisa das posses de Ayala, das TG ou da Terisha pra guardar de lembrança; uma moeda, acessório, algo sem valor de venda, só como memento.
Compras: Breastplate (200gp), explorer's outfit (10gp), outro traveler outfit (1gp), pergaminhos x20 (2gp), mais chalk se precisar, ink (8gp), inkpen (1sp), sacolas pra botar as cabeças de bicho, 2 scroll cases (10 folhas em cada), as ervas que Sheila falou para tratar licantropia, por precaução (quantos gp?).
Compras para o grupo: Varinha de cura (750gp) - como é investimento para todos, Wolkens iria conversar sobre cada um pagar 150gp. Levar comida e bebida pra todos por pelo menos 2 dias, dai não precisamos voltar pra Magnimar tão cedo por esse motivo. Ervas para tratar Skirish.
Não alterei nada na minha ficha ainda.

_________________
Ficha. Status.
avatar
Kalnier Wolkens

Mensagens : 382
Data de inscrição : 06/10/2014
Idade : 27
Localização : São Paulo - SP

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Capítulo 1: Fragmentos do Pecado ➲ Quarta Parte: Um legado de ira.

Mensagem  Skirish (Blackout) em Ter Jun 30, 2015 11:12 am

Abriu os olhos e olhou pro lado da cama. Pendurada em um madeiro estava a Camisa de Malha vermelha que pegara quando foi recolher suas coisas. Coisas de instinto. Agora, se arrependia de não ter avisado aos companheiros de que a desejava. — Espero que não se incomodem de eu avisar depois...— Disse ela pra si mesmo, suspirando com toda a situação em que se encontrava.

Não estava muito preocupada, pois após um pequeno descanso logo depois de sair da Mansão Heidmarch, já se sentia melhor. Seu corpo doía e todas as suas articulações estalavam, mas a ânsia de vômito tinha passado e isso a fizera sorrir. Se eergueu da cama, que era mais confortável do que ela realmente desejava e apanhou da ânfora em uma cômoda próximo a porta um copo d'água. Não tinha vista pras ruas daquele quarto humilde onde se forçara a ficar, e se tivesse, ela com certeza daria uma olhada pra verificar o movimento. Contanto, voltou pra cama e voltou a descansar. Seria melhor daquela forma. Ao menos, foi o conselho de Potts para os próximos dias. Ficar em repouso e descanso absoluto.

Fortitude Save: 1d20+8 9
Fortitude Save: 1d20+8 26
Fortitude Save: 1d20+8 22

Rolei de novo, um 1 no Save de Fortitude pro tratamento da doença. Não sei o que vai rolar... Mas rolei mas duas vezes. Os testes podem ser pros dias vindouros, já que por causa do 1, a doença voltou a vigorar.


_________________
HP 18/18,  AC 17, touch 14, Flat 13. Fort +2, Reflex +7, Will +2. CMD 18.
Skills: Acrobatics +11, Bluff +3, Climb +9, Diplomacy +2, Disable Devices +9 (+10 to traps), Escape Artist +9, K:Dungeoneering +5, K: Local +5, Perception +5 (+6 to traps), Sleight of Hands +9, Stealth +11
avatar
Skirish (Blackout)

Mensagens : 373
Data de inscrição : 01/04/2014
Idade : 35
Localização : Salvador — BA

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Capítulo 1: Fragmentos do Pecado ➲ Quarta Parte: Um legado de ira.

Mensagem  Dubaran Harmusgun em Ter Jun 30, 2015 3:23 pm

Dubaran não conseguiu esconder sua decepção com o "pequeno" estoque de cerveja dos Heidmarch, esperava beber por dias ali, mas ficaria para uma próxima vez.

Brinn se encarregou de cuidar de Skirish; Wolkens e Sórce iriam avaliar e vender os itens, sendo que o anão consentiu em contribuir tanto para a varinha de curar ferimentos leves, quanto para as ervas necessárias para o tratamento da meio-orc.

Uma vez em posse do seu quinhão da pilhagem, Dubaran vai às compras...

COMPRAS:
Vamos lá: vi que cada um deveria receber 935 gp + 41 sp + 64 cp pelo loot (já descontado o gold do wand), mas na minha ficha tinham apenas 283 gp, 41 sp, 64 cp, suponho que o total de gold esteja errado e o correto seja 1.218 gp (283 + 935), correto?

Assim sendo, comprarei os seguintes itens:
- Breastplate (200 g.p.)
- Shield, heavy steel (20 g.p.)
- Mace, heavy + silver, alchemical (102 g.p.)
- Sword, bastard + Cold Iron + Masterwork (370 g.p.) >>> cold iron só dobra o valor da arma, não computa o MW. FONTE
- Alchemist's Fire (20 g.p.)
- Alchemical Solvent (20 g.p.)
- Antiplague (50 g.p.)
- Antitoxin (50 g.p.)
TOTAL = 832 g.p.

E venderei os seguintes itens (50% do valor já computados):
- Shield, heavy wooden (3 g.p. e 5 s.p.)
- Scale Mail (25 g.p.)
- Sword, bastard (17 g.p. e 5 s.p.)
TOTAL = 46 g.p.

Ao final, terei 432 g.p. (1.218 - 832 + 46 = 432), 41 s.p. e 64 c.p.

Ah, percebi também na ficha de controle de equipamentos que ainda não foi retirado o Air Bladder, nem acrescentados o Smokestick e a Tanglefoot bag.

Kn Arcana: 1d20+7 17
Kn Dungeoneering: 1d20+7 17
Kn. Nature: 1d20+7 9
Kn. Planes: 1d20+7 14
Kn Religion: 1d20+7 9
Craft (Weapons) - Metal: 1d20+6 19
Diplomacy (gather information): 1d20-2 16

Após as compras, Dubaran se dirige ao templo de Iomedae para fazer suas preces em silêncio a Ragathiel, em busca de iluminação...

Acabei por descobrir que existe um pequeno culto a Ragathiel em Magnimar (FONTE), por isso rolei um "gather information", para ver se talvez o Dubaran descubra sua existência também, através de alguém no próprio templo de Iomedae, quem sabe...

Diplomacy: 1d20-2 14


Última edição por Dubaran Harmusgun em Qua Jul 01, 2015 11:33 am, editado 4 vez(es)

_________________
HP: 33; Init: +4; Senses: Darkvision 60 ft., Perception +8; Speed: 20ft.
AC 20, touch 12, Flat-footed 18, [+4 AC vs. giant subtype]; CMD 19, [23 vs bull rush or trip attempt while standing on the ground].
Saves: Fortitude +6, Reflexes +4, Will +6, [+5 vs. spells and spell-like abilities, +3 vs. poison]
Spells: 1st - 4; 2nd - 2 Skills: Climb +1; Craft (Weapons) +4/+6 related to metal or stone; Heal +6; Intimidate +11/+13 to demoralize; Kn: Arcana +4/+6*; Kn: Dungeoneering +4/+6*; Kn: Nature +4/+6*; Kn: Planes +4/+6*; Kn: Religion +4/+6*; Kn: Local +1/+3*; Linguistics +1; Perception +8; Sense Motive +8; Spellcraft +5; Stealth +2; Survival +6/+8 to follow or identify tracks. *to identify the abilities and weaknesses of creatures.
Ficha completa
avatar
Dubaran Harmusgun

Mensagens : 533
Data de inscrição : 01/04/2014
Idade : 33

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Capítulo 1: Fragmentos do Pecado ➲ Quarta Parte: Um legado de ira.

Mensagem  Brinn Potts em Ter Jun 30, 2015 4:17 pm

Kalnier Wolkens escreveu:Depois do almoço ele vai até a biblioteca, onde pretende pesquisar sobre as imagens do Irespan."Gostaria de vir comigo, Brinn?" pergunta à clériga. "Podemos procurar aquilo relevante as suas visões."

"Tinha que ser logo à biblioteca? Argh, deixa. Nem quero. Livros me entediam e dão sono." ela diz recusando o convite "Mas aproveite e pesquise sobre se a doênça lá, que transforma os outros em ratos, quais os sintomas e como pode ser curada. E quando terminar, eu aceito um convite para ir ao mercado." ela diz sorrindo.

--

No mais, Brinn não se importava com o tinha sido dito ou discutido. Não era seu papel tomar decisões ou qualquer coisa do tipo. Estava mais que feliz por ter saido da vida nas ruas, e por ter alguma fonte de renda, mesmo que tivesse que arriscar sua vida para isso. Além do mais, ela sabia que devia continuar. Essa história de escolhido dos deuses ainda a incomodava, mas não podia negar que a vida tinha melhorado depois deste acontecimento.

Agora, só faltava o Dudu parar de ser ranzinza, O Wolkens parar de babar quando vê a Sheila, o Sorcé aprender a conversar por que é ligeralmente impossível entender o feiticeiro e a orc deixar de ser feia, o que pode se provar impossível, afinal, é uma orc.

_________________
HP 21/21,  AC 17, touch 11, Flat 15. Fort +4, Reflex +2, Will +7. CMD 15.
Skills: Perception: 11 (+13 in dim light), Heal +8, K:Religião +6, Sentir Motivação +10, Spellcraft +7

Items|Spells, Items|Log
avatar
Brinn Potts

Mensagens : 261
Data de inscrição : 18/07/2014

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Capítulo 1: Fragmentos do Pecado ➲ Quarta Parte: Um legado de ira.

Mensagem  Pozo em Qua Jul 01, 2015 11:50 pm

7 de Erastus de 4713:

A conversa prossegue até tarde, com mais e mais cerveja para a alegria de Dubaran, até que, surpreendentemente, ele acaba com o estoque dos Heidmarch. A indagação de Sórce sobre trazer a criatura andando é respondida com um sorriso amarelo de Canayven, aparentemente ele encarou aquilo como uma brincadeira, ou apenas uma opinião a ser desconsiderada.
Cansados o grupo se recolhe, esperando uma melhora, sobretudo Skirish, que contava com a ajuda de Brinn ao seu lado para que ela estivesse na melhor de suas condições no dia seguinte.
O fragmento ficou com Sheila, bem guardado nos cofres na Sociedade, contudo, ela deixou claro que qualquer um que quiser analisar novas informações, dados, e mesmo o artefato, está mais do que convidado.

≖≖≖≖≖≖≖≖≖≖≖≖≖≖≖≖≖

8 de Erastus de 4713:

Skirish com dano: 2 em Dex e 2 em Con = curou 1 dos dois atributos = 1 em Dex e 1 em Con.
Brinn ajudando Skirish com a doença = Heal DC 12: 1d20+8 23


O dia amanhece com Sórce e Wolkens organizado a tralha, preparando-se para vender e procurar informações sobre os itens. Wolkens de antemão analisa o tesouro das tower girls (inúmeros papeis, diários, moedas antigas thassilonianas, gemas, pedaços de porcelana, entre outros objetos que claramente eram vendidos -roubados- nos mercados de Magnimar), uma pequena fortuna, tudo aquilo poderia ser vendido por cerca de 700 peças de ouro! Claro, depois de um bom tempo separando tudo, e encontrando vendedores interessados, Wolkens poderia achar, Sórce conhecia alguns locais, mas com certeza, isso levaria um dia inteiro!

Após uma pausa e troca de farpas rotineira, eles continuam, observando que podem vender a ânfora e as moedas thasilonianas como itens arqueológicos, com o preço base em 35 gp pela ânfora e 486 gp pelas 98 moedas antigas. Alias, durante aquela manhã, quando o cavaleiro procurou por vendedores ele conseguiu a informação necessária para o comprador das moedas, no Distrito Capital. A estatueta, embora o feiticeiro já de saco cheio da companhia de Kalnier não conseguisse determinar seu valor, poderia valer algo próximo a 200 gp. Quanto aos itens em geral, armas e armaduras das tower girls, como estavam em péssimo estado e em condição deploravel, devido a conservação inapropriada, valeriam no máximo 675 gp. Sórce saiu com sua lista, procurando os melhores vendedores conhecidos, seus contatos.

No mesmo dia Wolkens parte para iniciar suas pesquisa sobre as imagens e formas que ele desenhou, a biblioteca da Sociedade era vasta, então, depois de um bom almoço ele segue anallisando por horas, contudo, a papelada, a confusão com Sórce, e a preocupação com a organização da empreitada para o dia seguinte, isso se Skirish melhorasse, era muita coisa com o que se preocupar. Seu desenho, aquela imagem, aquela criatura, não remetiam a nada, pelo menos nada que ele conseguia identificar naqueles livros.

Durante a conversa com Sheila a noite Wolkens descobre que ela já suspeitava que pudesse ser uma dos fragmentos do Sihedron, supos que talvez pudesse ser isso que tivesse feito com que Natalya mudasse completamente sua personalidade. Assim, ela possuía algumas pedras iônicas com ela, em particular aquela que serviria para o encaixe do Estilhaço da Soberba, não foi coincidência, e sim uma pesquisa detalhada somada a uma análise da situação e comportamento de sua informante.
Na mesma conversa ela estranhou ninguém comentar sobre o combate com os licantropos e o perigo de terem pego a doença, afinal, explicou ela, era bom se certificar, comprar algumas ervas e administrar naqueles que tiveram contato direto com as criaturas.

Quando questionado sobre os desenhos Sir Canayven declarou que a sociedade tinha despendido muito recurso pagando pelos itens arqueológicos trazidos pela comitiva, e que, pagaria sim, mas dentre um ou dois dias. Antes, contudo, precisava visitar um conhecido para analisar melhor as imagens, para compreender melhor quem era a mulher que se destacava no vitral e no altar.

≖≖≖≖≖≖≖≖≖≖≖≖≖≖≖≖≖

Skirish com dano: 1 em Dex e 1 em Con = Curou 1 = Falhou no teste de Fort. = tomou de dano 1 em Dex e 3 em Con.
Dex damage / Con damage: 1d3 1 1d3 3
Brinn ajudando Skirish com a doença = PROVIDE LONG-TERM CARE DC 15 / Heal DC 12: 1d20+8 15 1d20+8 16


O dia começou com preocupação, a meio-orc piorou no seu tratamento, Brinn, preocupada tratou de ficar com a companheira no Solar durante o dia todo, não estava fácil superar aquela situação, precisavam se focar no tratamento, aquela doença não iria embora tão facilmente!

Sórce procurou terminar de avaliar detalhadamente cada um dos itens e equipamentos conquistados, usando seus contatos, e muito tempo do seu tempo, aproveitando para se manter longe do Solar, e de Wolkens. Isso rendeu um lucro considerável, graças a malandragem do feiticeiro, afina, era Oathday, dia de selar pactos, fechar negócios, nada melhor para refazer e retomar antigos e vantajosos negócios.

O cavaleiro procurou pesquisar sobre os <<desovadores de pecados>>, suas anotações levaram a observações valiosas, sobretudo sobre a criação dessas criaturas, produtos de magias corrompidas usados por feiticeiros e magos, sobretudo os Lordes Rúnicos, primeiros a desenvolver e criar exércitos a dessas abominações a seu favor. Em particular, as anotações e detalhes sobre os wrathspawn lhe trouxeram uma luz sobre suas pesquisas anteriores, com tempo, Kalnier retomou sua pesquisa anterior, nelas, essas criaturas ficaram marcadas como marca do exército e adoração de parte da história perdida thassilioniana do reino de Bakrakhan. Algumas imagens e templos lembravam diretamente a imagem que havia desenhado, lembravam diretamente aquela mulher com garras demoníacas, contudo, precisaria de mais tempo para verificar isso. Naquele momento muita coisa ainda pesava sobre sua cabeça, a relação com Sörce, a situação de Skirish, o afastamento de Brinn, a possibilidade de ter sido infectado com a doença que poderia lhe levar a deformidade da licantropia, sim, tinha que resolver aquilo. Desde do momento que chegara na cidade tinha ouvido falar da Catedral de Abadar, Sheila tinha comentado algo sobre alguns contatos e aliados da Sociedade naquela instituição. Ele terminou seu dia visitando o lugar, marcando uma consulta para o dia seguinte, verificando o preço que seria despendido para o ritual, e, para sua surpresa, descobriu que a biblioteca no local era fabulosa, seria muito útil para completar sua pesquisa.
 
Dubaran nesses dias que se seguiram partiu em busca de suas iluminações, e, sobretudo, percebeu que deveria se aproximar mais e mais do caminho de Ragathiel, deveria fortalecer seu corpo, sua mente, seu espírito, mas, sobretudo, precisava de armas relevantes para arrebentar as tripas de seus adversários! Seu conhecimento herdado de família e sangue, lhe instruirá que um tipo de metal, ferro frio, era mais efetivo contra demônios e outras pragas, ter uma arma daquelas, dentro dos limites das peças de ouro que ganhara, era mais do que obrigação. Assim, com algum trabalho, utilizando velhos conhecidos, ele conseguiu, mas faltava algo, levar sua arma para ser santificada para Ragathiel, no Templo de Iomedae!


≖≖≖≖≖≖≖≖≖≖≖≖≖≖≖≖≖



Skirish com dano 1 em Dex e 3 em Con = Curou com 1 em cada + 1 com ajuda de Brinn.
inn = ainda com 1 de dano em Con.


Skirish, no décimo dia de Erastus teve a companhia da jovem clériga em sua recuperação final, aparentemente tinha se livrado finalmente daquela moléstia! Ambas sabiam que aquela situação já fora longe demais. A meio-orc pensava o quanto tinha passado, no combate com Natalya, naquele momento tenso que quase lhe custou a vida, no combate com Ayala, com Skiloni. Mulheres, até agora só enfrentara mulheres em situação de poder, ou em busca de poder, não se sentia confortável, mas se sentia bem por ter conquistado tantas vitórias. Detinha por direito aquelas espadas, aquela armadura, aquelas botas mágicas, se não fosse por suas habilidades o grupo não teria conseguido seguir tão longe, pensou consigo orgulhosa. E, por mais irônico que fosse, aquela doença lhe tirava as forças onde tantas inimigas valorosas não tinham conseguido. Mas isso deveria ser deixado para trás, a febre já tinha passado, as dores e as manchas sumiam aos poucos, contudo, havia muito a se seguir, havia muito a se provar...

Brinn, nesse meio tempo, enquanto refletia sobre o que tinham passado, as desventuras e sucessos, pensou sobre seu afastamento, sobre sua mente ainda afastada da realidade, era muita coisa para digerir. Se sentiu meio distante de todos, momentos em que pairava no ar, como se algo, alguém, ou alguma coisa lhe orientasse, uma bela águia marinha, ao lado gaivotas, Ylimancha ainda estava ao seu lado, e, naquele momento sentiu como se ago tivesse ficado para trás, como se, naquele lugar onde tinham encontrado o "portal" thassiloniano que os levaria para regiões mais profundas do pilar, algo tinha passado despercebido, parte de si, parte de sua mente não estava consigo naquele momento, talvez ainda houvesse uma oportunidade, se, tivesse outra chance de investigar e observar melhor aquele andar...

Sórce apenas descansou, de boa, curtindo toda a mordomia do Solar, comendo e bebendo, eliminando alguns insetos com pequenas descargas elétricas no ar. fazia algum tempo que náo se divertia com aquilo, mas ele merecia, merecia muito mais, pensava consigo, depois de um dia louco atrás de vendedores em todos os cantos de Magnimar, e ainda ter que aguentar alguns tipos que se achavam por demais...

Dubaran por sua vez foi para o Templo de Iomedai, onde pode interagir com alguns clérigos jovens, conversar sobre assuntos relevantes, e, principalmente, dedicar sua nova espada a Ragathiel. Na forja, onde preparava o emblema para marcar sua arma na brasa, ele foi recebido novamente pelo homem de meia idade, o mesmo que a dias atrás tinha lhe convidado para o ritual que partipara ao lado dos outros servos dos Lordes Imperiais. O senhor, silenciosamente apenas lhe concedeu um queimador para seu braseiro. Naquele momento, quando aquele homem deus suas costas, ele percebeu que o mesmo possuía em seu corpo marcas, em suas constas, marcas profundas, cortes profundos, marcas que lembravam asas cruzadas com uma poderosa espada, uma espada bastarda. Naquele momento ele entendia as palavras que tinha ouvido no primeiro encontro que tivera, aquele homem de meia idade também era servo de Ragathiel. Quando usou o queimador que tinha lhe sido fornecido a força da explosão lhe espantou, tinha magia ali, não precisava sequer usar sua percepção divina para perceber. O dia foi longo, a brasa explodia, sei corpo esquentava, e naquelas horas de trabalho na brasa o anão se sentiu portador das chamas do paraíso. Ele via em sua mente roupas vermelhas e prateadas, símbolos dos seguidores de Ragathiel, ele via chamas em elmos, ele se sentia parte de algo, parte de um todo, como a muito não se sentia, desde a décadas atrás perderá sua família...

Wolkens seguiu para sua sessão na Catedral de Abadar, onde, por sua vez percebeu que o local também servia como banco e centro financeiro de Magnimar. Muito movimento, muitas pessoas iam e vinham, o local era enorme, clérigos, paladinos, comerciantes, viajantes de várias partes de Varísia. Em alguns minutos, depois de alguma orientação, encontrou a sala onde era esperado, um clérigo garundi em vestes douradas com detalhes em azul celeste conversava silenciosamente com uma halfling coberta com um manto branco, o símbolo dourado de Abadar se destacava em seus trajes. O homem fita Wolkens, como se quisesse sentir sua alma, procurasse ler sua linguagem não verbal, aqueles segundos para o jovem chelaxiano adentrar naquele ambiente foram suficientemente prolongados por aquele olhar. O homem de pele cor de ébano por fim sorriu e pediu licença, se retirando da sala e deixando a halfling, simpática mais inquisitiva sobre os motivos de Wolkens realizar o ritual. (...) mais tarde, em sua pesquisa na biblioteca da Catedral encontrou alguns volumes que tratavam dos reinos da antiga thassilion, e para sua surpresa, em um capítulo sobre a antiga capital de Xin-Bakrakhan, a cidade da Cólera, ele encontrou a imagem daquela mulher, com um olhar furioso, longos cabelos, um ranseur com inúmeras farpas, e sim, mãos com garras demoníacas. Ele a tinha encontrada, Alaznist, a última dos Lordes Rúnicos da Cólera que governou por décadas sobre todo o reino de Bakrakhan! Infelizmente os livros não descreviam muito, não detalhavam sua trajetória, isso teria que ficar para outra pesquisa...
avatar
Pozo
Admin

Mensagens : 1087
Data de inscrição : 23/03/2014
Idade : 37
Localização : Osasco

Ver perfil do usuário http://shatteredbr.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Capítulo 1: Fragmentos do Pecado ➲ Quarta Parte: Um legado de ira.

Mensagem  Mano Sórce em Qui Jul 02, 2015 12:30 am

Sórce aproveita seu dia de relaxamento para fazer uma coisa que ele queria já faz um tempo: Voar! O louco sobe no segundo andar do solar, encontra a sacada, e pula de lá! Antes de se esborrachar no chão, entretanto, o anel que envolve seu dedo demonstra seu poder, suavizando sua queda e o colocando em segurança no calçamento. Nas primeiras vezes Sórce se sujou um pouco por ter caído de mau jeito, mas após algumas dezenas de vezes ele estava pegando o jeito da coisa. O objetivo era ver se o poder do anel era realmente seguro, e ele vai aumentando a altura dos lugares de onde pula, e adicionando algumas manobras! "Truta, que parada loca!"

Claro que ele está falando sozinho, pois não deveria haver ninguem por alí naquelas horas. Sórce até queria pular da Irespan, mas primeiro ele precisava de uma confirmação se seu anel iria realmente fazer milagre. Ao escurecer, quando a escoridão encobriria seu salto, ele desce parcialmente a gigante rampa que desce aos distritos de Magnimar, e quando está a mais ou menos o triplo da altura do Solar ele espera pelo momento onde se encontra na escuridão e não há ninguém passando, e pula para o desconhecido!

Ele se desaponta um pouco ao perceber que a velocidade com que cai é sempre a mesma, mas poder sentir o vento e observar a cidade de cima é uma experiência sensacional.
avatar
Mano Sórce

Mensagens : 472
Data de inscrição : 29/03/2014

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Capítulo 1: Fragmentos do Pecado ➲ Quarta Parte: Um legado de ira.

Mensagem  Kalnier Wolkens em Qui Jul 02, 2015 9:29 am

Brinn Potts escreveu:Tinha que ser logo à biblioteca? Argh, deixa. Nem quero. Livros me entediam e dão sono." ela diz recusando o convite "Mas aproveite e pesquise sobre se a doênça lá, que transforma os outros em ratos, quais os sintomas e como pode ser curada. E quando terminar, eu aceito um convite para ir ao mercado." ela diz sorrindo.

O cavaleiro fica desapontado, nem tanto pela recusa, mas pelo comentário em si. Para alguém que dava tanto valor á palavra escrita quanto Wolkens, ouvir que livros são entediantes é triste. Mas estava acostumado com aquela reação. Aprendeu desde a infância que a nobreza era mais preocupada com guerras e torneios de justa do que com estudos academicos. Pensou que Brinn, como uma clériga a serviço dos Pathfinders, seria diferente, mas pelo visto ainda tinha muito o que aprender sobre seus companheiros. Ele aceita a sugestão educadamente e vai rumo à biblioteca, mas se esquece de pesquisar os licantropos ao longo do dia, na frustração de procurar sobre a mulher com garras dos paineis da Irespan.

10 de Erastus
Skirish adoecer de novo era lamentável, mas ele estava certo que a meio-orc iria se recuperar, cedo ou tarde, e pelo menos lhe deu mais tempo em Magnimar.

Talvez por ter testemunhado vezes demais os atos de diabolistas e vivido sob escrutínio de cultistas severos, Wolkens sentia-se desconfortável em templos. Naqueles salões monolíticos de adoração e ostentação, era como se os deuses estivessem o encarando, julgando suas escolhas. Felizmente o templo de Abadar parecia mais uma casa de comércio. Para quem um dia foi forçado a portar o símbolo de Asmodeus, Wolkens preferia ignorar questões de moralidade religiosa sempre que possível.
Se aproxima da halfling cordialmente, postura mais humilde que o de costume, e explica sua situação em detalhes. "Não tenho certeza se a maldição da licantropia está em mim, mas não posso esperar e descobrir. Será tarde demais então. Tem como me ajudar?" ele pede, ao terminar o relato. Iria contribuir com ouro, é claro; nada mais adequado para o Senhor dos Cofres.

Edit: Já descontei esse valor na ficha.


Última edição por Kalnier Wolkens em Qui Jul 02, 2015 10:49 am, editado 1 vez(es)

_________________
Ficha. Status.
avatar
Kalnier Wolkens

Mensagens : 382
Data de inscrição : 06/10/2014
Idade : 27
Localização : São Paulo - SP

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Capítulo 1: Fragmentos do Pecado ➲ Quarta Parte: Um legado de ira.

Mensagem  Pozo em Qui Jul 02, 2015 5:24 pm


De volta ao pilar "O Corvo", ao subir e descer aquelas escadas relembravam dos embates com as tower girls, de como aquele local escondia segredos a muito esquecidos. Mas agora restava abrir aquela porta, chegar a uma conclusão sobre o enigma nas palavras antigas naquela estrutura ancestral.


▒ LISTEN  ▒▒▒▒▒▒▒▒▒▒▒▒▒▒▒▒▒▒▒  THEEYES ▒


Novamente com lousa e giz em mãos eles começam a rearranjar as letras, Sórce já tinha organizado algumas coisas, já tinha ligado algumas letras e formado algumas palavras possíveis (2). Naquele primeiro momento, com ajuda de Dubaran, conseguem novas combinações, mas que não formam sentidos possíveis dentro do anagrama (2). Em seguida Skirish ajuda, dando dando sua opinião, embora ainda confusa com o acontecia (1). Wolkens e o feiticeiro usam as palavras de meio-orc e reescrevem, formando novas possibilidade, contudo, não se encaixavam (2), mesmo assim continuavam, surgiu uma pequena discussão entre os dois, a certeza de ambos sobre seus pontos levou a um desentediamento sobre as possibilidade a serem alcançadas (2). A confusão aumentou, quando viram todos estavam metidos em uma briga sem sentido. Nem todos, Brinn se mantinha alheia, olhando da vista para Magnimar, observando os céus, a estrutura, havia algo ali, algo que tinha deixado para trás. Sórce dá as costas para o grupo e retoma o foco, não deu mais atenção para as grosserias do anão nem as palavras sem nexo da meio-orc (1). O cavaleiro em seguida ajuda (1) com educação, para não gerar mais conflitos pede a Sórce para mover uma ou duas letras. O feiticeiro e Skirish continuam o mesmo raciocínio que Wolkens tinha começado, chegam a novas combinações (2), insistem naquele momento em testar, fazia algum sentido. Wolkens e Dubaran se posicionam contra, tinham que testar todas as possibilidades, ainda faltam combinações possíveis, era perigoso alguém se ferir ali. Contudo, depois de algumas análises (2), ambos concordam que tinham se esgotado todas as possibilidades. A palava final, que provavelmente teriam que rearranjar seria <SILENT ----- THEYSEE>.


▒ SILENT ▒▒▒▒▒▒▒▒▒▒▒▒▒▒▒▒▒▒▒  THEYSEE ▒


Dubaran  18 / 6 / 8 / 4 / 1 / 8 / 12 / 15 / 14 / 19 = 2 sucessos: 160 xp
Wolkens   3 / 14 / 21 / 22 / 5 / 14 / 16 / 9 / 11 / 4 = 3 sucessos: 240 xp
Sorce      17 / 14 / 19 / 20 / 2 / 20 / 8 / 20 / 13 / 17 + (Sórce já tinha 2 sucessos anteriores acumulados) = 8 sucessos: 320 xp
Skirish      4 / 18 / 7 / 7 / 5 / 11 / 4 / 5 / 20 / 3 = 2 sucessos: 160 xp
Brinn = 0 sucessos: 80 xp

Agora depende de vocês, players, decidirem como vão rearranjar as peças, cada duas letras tocadas com as mãos trocam de lugar entre si e gera um de dano de queimadura.


Última edição por Pozo em Sab Jul 04, 2015 12:06 pm, editado 3 vez(es)
avatar
Pozo
Admin

Mensagens : 1087
Data de inscrição : 23/03/2014
Idade : 37
Localização : Osasco

Ver perfil do usuário http://shatteredbr.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Capítulo 1: Fragmentos do Pecado ➲ Quarta Parte: Um legado de ira.

Mensagem  Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 2 de 43 Anterior  1, 2, 3 ... 22 ... 43  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum